BIG News
Home / BIG Notes / O caminho certo

O caminho certo

À medida que ganhava distância da África, aumentava minha confiança no barco e a certeza de que um dia deixaria para trás a ilha onde Napoleão perdeu sua última batalha. Que grande dia seria este! Que significativa vitória para mim! Eu teria, então, provado que meus planos estavam certos e que a mais importante chave para o êxito da travessia estava há muito em minhas mãos: a rota.

[…]

Apesar da predominância de ventos de sul e da forte tendência de deriva para o norte, o esforço que eu fazia para me manter dentro da rota prevista era menor do que o trabalho que tivera, ainda em terra, para definir a trajetória ideal.

Dois anos de estudos foram consumidos nesta operação, em que não faltaram discussões apimentadas e dúvidas perturbadoras.

[…]

No mar, o menor caminho entre dois pontos não é necessariamente o mais curto, mas aquele que conta com o máximo de condições favoráveis.

[…]

A minha rota, longa, fria e tempestuosa, contava, no entanto, com correntes favoráveis na quase totalidade do trajeto e com a preciosa regularidade dos alísios de sudeste que unem o sul da África ao nordeste brasileiro. Caminho difícil e longo, mas o único possível para um barquinho a remo.

Fonte: KLINK, Amyr. O caminho certo. In: ______. Cem dias entre céu e mar. Rio de Janeiro: José Olympio, 1992

Comentários

comentário(s)

Sobre André Coelho

André Coelho
Economista formado pela UFBA com Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional e Urbano pela UNIFACS, é também especialista em Gerenciamento de Projetos na FGV. Ministra aulas em diversas universidades para turmas de engenharia, logística e publicidade.

Confira também

Workshop | Relações Governamentais Estratégicas

A crescente influência do Governo em variadas áreas e setores demanda profissionais cada vez mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *