BIG News
Home / Gerenciamento de Projetos / Construtora chinesa levanta hotel de 30 andares em 15 dias

Construtora chinesa levanta hotel de 30 andares em 15 dias

A construtora chinesa Broad (www.broad.com) conseguiu mais um recorde e um marco na construção civil ao levantar em apenas 360 horas, ou 15 dias, um hotel pré-fabricado de 30 andares. O edifício foi terminado em 31 de dezembro do ano passado e sua construção foi apresentada em um vídeo, que mostra em câmera rápida todo o processo de montagem do primeiro ao último dia e que teve mais de 1 milhão de visitas nos cinco primeiros dias de exibição YouTube.

O hotel está localizado junto ao Lago Dongting na província de Hunan, um dos maiores da China, e a construtora o apresenta como importante avanço ambiental, já que sua construção emprega uma quantidade menor de materiais nocivos para a natureza (como cimento e concreto), gera menos resíduos ao longo do seu processo de montagem e possui outros avanços tecnológicos que reduzem gastos com energia e ar condicionado, além de melhor qualidade do ar. Alguns especialistas asseguraram que o novo hotel representa um marco que pode mudar o setor mundial da construção a longo prazo.

Este feito é praticamente o dobro do seu recorde anterior, quando construiu um edifício de 15 andares em seis dias. Assim como o empreendimento anterior, a construção realizada neste prazo gera dúvidas sobre sua estabilidade, mas os autores do projeto e deste novo sistema construtivo asseguram que ele é capaz de suportar terremotos de até 9 graus de magnitude.

É claro que edificação de um empreendimento deste porte em tão pouco tempo impressiona, mas fica fácil perceber que esta é apenas parte da execução do projeto. Imagine todo o planejamento envolvido no projeto, desde o desenvolvimento dos projetos de construção e sua compatibilização aos ensaios de montagem feitos antes da montagem final, passando ainda por todo o aparato de logística e sua contratação e etc., etc., etc..

Broad Hotel - Detalhe da grua na coberturaUm detalhe que também deve ser levado em conta: estão considerando a montagem completa em 15 dias, mas e a grua (guindaste) que ficou no topo do prédio e toda sua estrutura que está no interior da edificação?

Não creio que estejam considerando este equipamento como parte integrante da edificação! Acredito que podemos considerar como uma etapa final da construção a retirada deste equipamento, como é de praxe em qualquer obra de edifícios.

E você, o que acha?

Vídeo disponível na nossa página do Youtube.

Comentários

comentário(s)

Sobre Carlos Galassi

Arquiteto formado pela FAU/UFBa, possui especialização (MBA) em Gerenciamento de Projetos na FGV. Tem ampla experiência na implantação, gerenciamento e manutenção predial de empreendimentos de grande porte da Construção Civil, já tendo desempenhado estas atividades fora do Brasil. Além de Desenvolvedor e Editor do BIG, atua como Voluntário no PMI Capítulo Bahia como Diretor de Comunicação e Marketing e é sócio da OCA Solutions, empresa de consultoria empresarial.

Confira também

Delegar, seus riscos e benefícios

Como todo gerente de projetos ou líder de equipe sabe, delegar tarefas e atividades ajuda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *